Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

São Joãozinho leva música caipira e cordel a hospitais públicos

30 de maio de 2019
Tempo de leitura: 2 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 0
Compartilhar 0

[atualizado em 17/06: Devido às fortes chuvas na Região Metropolitana do Recife, cancelamos a estreia do São Joãozinho dia 17 no IMIP. A apresentação foi adiada para o dia 26 e as demais datas nos outros hospitais permanecem as mesmas.]

No mês de junho, Doutores da Alegria leva o seu tradicional São Joãozinho para unidades de saúde de São Paulo, Recife e Rio de Janeiro. Dezenove hospitais recebem o cortejo musical que passa pelas alas e áreas comuns com um repertório artístico relevante e composições próprias, festejando junto a pacientes e profissionais de saúde.

Em São Paulo, o arraial conta com 10 atores em cena, além do Trio Glicérides, composto por artistas tocando zabumba, sanfona e triângulo, numa referência ao forró pé-de-serra nordestino. Para valorizar a cultura caipira e das duplas de viola, o roteiro prevê ainda um ‘show de calouros’, que vai reunir palhaços e profissionais de saúde, com direito à juri e prêmio de “um milhão”. E um grande baile para encerrar cada apresentação.

Em Recife, haverá a encenação do cordel “A peleja do noivo que tentou enganar a noiva na festa de São João e vice-versa” e a presença de Dudu do Acordeon, o “São Foneiro”. No Rio de Janeiro os cortejos são feitos pelo grupo convidado Conexão do Bem mais músicos da Orquestra Voadora, da Sinfônica Ambulante e do grupo Bagunço.

A ideia é celebrar a festa típica que foi incorporada à cultura brasileira desde pelo menos o século XVII pelos portugueses e que hoje traz elementos das culturas africana, europeia e indígena. Os cortejos são construídos a partir da linguagem do palhaço, com base no improviso e no humor, potencializando as relações saudáveis e contribuindo com a inclusão sociocultural.

Em São Paulo e no Recife o São Joãozinho acontece pela manhã, a partir das 10h, e no Rio de Janeiro sempre às 14h. Veja a agenda:

São Paulo

O cortejo formado por dez artistas palhaços conta com o musical Trio Glicérides e uma quermesse com show de calouros e participação da plateia.
29 de maio – Instituto da Criança (Hospital das Clínicas)
30 de maio – Hospital Universitário da USP
5 de junho – Hospital do Mandaqui
6 de junho – Hospital Geral do Grajaú
12 de junho – Instituto da Criança (Hospital das Clínicas)
13 de junho – Hospital Municipal do Campo Limpo
19 de junho – Instituto de Tratamento do Câncer Infantil (Itaci)
26 de junho – Hospital M’boi Mirim
27 de junho – Hospital Santa Marcelina

Rio de Janeiro

Os cortejos são compostos pelo grupo Conexão do Bem mais músicos da Orquestra Voadora, da Sinfônica Ambulante e do grupo Bagunço.
6 de junho – Hospital Municipal da Piedade
7 de junho – Hospital Estadual Alberto Torres
11 de junho – Hospital Estadual Adão Pereira Nunes
12 de junho – Hospital da Mulher Heloneida Studart
13 de junho – Hospital Estadual Azevedo Lima
18 de junho – Hospital Estadual Eduardo Rabello
19 de junho – Instituto Nacional de Cardiologia

Recife

Além do cortejo musical com palhaços, haverá encenação do cordel “A peleja do noivo que tentou enganar a noiva na festa de São João e vice-versa” e a presença de Dudu do Acordeon, o “São Foneiro”.
17 de junho – Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP) – cancelado
18 de junho – Hospital Universitário Oswaldo Cruz e Procape
19 de junho – Hospital da Restauração
20 de junho – Hospital Barão de Lucena
26 de junho – Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP)

Apresentações especiais do cordel “A peleja do noivo que tentou enganar a noiva na festa de São João e vice-versa”:
15 de junho – Abrigo Espírita Lar de Jesus
21 de junho – Teatro Barreto Júnior



Categorias


Lá do arquivo

Deixe um comentário

avatar
  Receber notificação  
Notificação de
Existe 0 Comentário.