Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Um estranho sensor

30 de agosto de 2016
Tempo de leitura: 1 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 0
Compartilhar 0

Algo de estranho aconteceu em um dos quartos da Pediatria do Hospital do Grajaú. Do lado de fora, os besteirologistas Sandoval e Xaveco tentavam dar um diagnóstico.  

_MG_5775

Assim que Xaveco punha o pé dentro do quarto, um barulho imediatamente aparecia, como um sensor automático de porta.

– BUÁÁÁÁÁÁ!!!

Tirava o pé e o barulho parava. Foi a vez então do Sandoval testar. E o mesmo aconteceu. 

IMG_6747

Havia quatro crianças lá dentro e o som vinha da cama da direita, perto da janela. Resolveram investir em uma tentativa: entrar de costas para aquela cama. Mas o sensor foi acionado imediatamente…

– BUÁÁÁÁÁÁ!!!

Os besteirologistas saíram correndo para fora. Tentaram entrar tocando e cantando, mas o problema continuava. Tiveram uma percepção brilhante: talvez o sensor ligasse porque a cara dos palhaços era muito esquisita. Cobriram as cabeças com um lençol e mais uma vez colocaram os pés para dentro do quarto.

– BUÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!!!

O sensor tocou ainda mais forte. Xaveco e Sandoval tentaram sair do quarto correndo, mas como suas cabeças estavam cobertas, ficaram batendo a cara na parede até encontrarem a porta certa!

_MG_3536

Foi aí que, estranhamente, o barulho começou a se misturar a outro tipo de som.

– HAHAHA…

Assustados, os besteirologistas avisaram que voltariam outro dia e que pediriam para a manutenção dar uma arrumada naquele sensor. Seguiram para os outros quartos…  

Dra Xaveco Fritza (Val de Carvalho)
Hospital Geral do Grajaú – São Paulo



Categorias


Lá do arquivo

Doutores da Alegria


Postado em:

Tags

barulho, choro, estranho, sensor

Deixe um comentário

avatar
  Receber notificação  
Notificação de
Existe 0 Comentário.